CREN participa de Comitê do Fórum Econômico Mundial

A gerente-geral do CREN, Gisela Solymos, passou a fazer parte do Comitê Diretivo para a Saúde Humana promovido pelo Fórum Econômico Mundial. Nesta semana, o grupo se reúne na sede da organização em Nova Iorque para traçar uma agenda global de prevenção a doenças crônicas não transmissíveis.

Fórum Econômico Mundial

O Comitê é formado por um grupo seleto de 28 membros do mundo todo, a exemplo de representantes de universidades renomadas, multinacionais da área e Organização Mundial de Saúde. Como porta-voz do CREN, Gisela poderá contribuir com o amplo conhecimento da instituição sobre educação nutricional e recuperação da má-nutrição infanto-juvenil.

Doenças crônicas não transmissíveis são a maior causa de morte no mundo, com taxas de mortalidade que devem pular de 38 milhões em 2014 para 62 milhões em 2040. Exemplos delas são diabetes, acidentes vasculares cerebrais e câncer.

A proposta das lideranças reunidas no Comitê é definir diretrizes para promover mudanças de comportamento na população mundial a longo prazo, com vistas a uma agenda de trabalho para 2017.

Gisela avaliou positivamente a iniciativa. “É um projeto que permitirá uma grande troca de ideias. Se conseguirmos atingir alguns objetivos, o impacto será enorme, já que a agenda será apresentada na reunião de 2017 do Fórum Econômico Mundial.”

#novaiorque #GiselaSolymos #FórumEconômicoMundial #educação #WEF #ong #inovação #nutrição #Universidade #educaçãonutricional #empreendedorismo #OrganizaçãoMundialdeSaúde #ciência #mánutrição #desnutrição #obesidade #Ambulatório #CREN #OMS