CREN integra movimento global de empreendedores sociais para alcançar os ODS

Lançado em janeiro, Catalyst 2030 promoveu uma reunião colaborativa com mais de 80 líderes sociais de todo o mundo para traçar as estratégias do movimento.


Os principais empreendedores sociais e inovadores sociais de todo o mundo se reuniram entre os dias 10 e 12 de fevereiro para identificar um caminho coletivo para acelerar os resultados dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O movimento Catalyst 2030, lançado no Fórum Econômico Mundial em Davos, em janeiro, busca abordagens ousadas e inovadoras para cumprir o prazo de 2030 para os ODS.

A reunião, que aconteceu no Althorp Estate em Northampton, Reino Unido, contou com a presença de 80 co-fundadores. Entre os presentes estava o diretor-presidente do CREN, Vaney Fornazieri, que ressaltou a importância de promover um movimento com o tamanho do Catalyst 2030. “O Catalyst 2030 é a maior articulação já feita entre todas as entidades globais para tratar de problemas comuns a todos os empreendedores sociais no mundo: mudar o sistema de financiamento de projetos, trazer transparência e suporte dos governos locais, obter dados confiáveis em suas áreas de atuação, articular cooperação entre as entidades gerando assim um ciclo de aceleração para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030”.

Relatórios indicam que, no ritmo atual de execução, os ODS terão seu prazo de cumprimento adiado de 2030 para 2094, atrasando a meta em 64 anos e confirmando um mundo desastroso para 1 bilhão de habitantes ao redor do mundo que são categorizados como extremamente pobres. O momento não poderia ser mais urgente. Temos um horizonte de tempo limitado e crucial para agir de forma rápida, decisiva e coletiva.

Catalyst 2030

Catalyst 2030 é um movimento colaborativo dos principais empreendedores sociais (ES) juntamente com financiadores e intermediários de todo o mundo. Mais de 130 ES representando Ashoka, Echoing Green, Schwab Foundation for Social Entrepreneurship, the Skoll Foundation e outras das mais prestigiadas redes globais de empreendedores sociais uniram forças para construir um amplo movimento para mudar sistemas que sustentam a pobreza e a destruição do meio ambiente. Estima-se que esse grupo atenda 800 milhões de pessoas globalmente.

Jeroo Billimoria, porta-voz e cofundadora do Catalyst 2030, comenta: Somos um grupo de empreendedores sociais de vanguarda que humildemente se reúnem e se comprometem a dar um salto nas ações para alcançar os ODS até o prazo final de 2030.” O objetivo do Catalyst 2030 é causar um impacto significativo na crise climática, na redução da pobreza e deixar um legado duradouro e positivo na vida de milhões de pessoas por meio de mudanças de sistemas e financiamentos.

Aproveitando-se de sua capacidade de trabalhar com as camadas mais pobres e marginalizadas da sociedade, o movimento Catalyst 2030 busca compartilhar as melhores práticas de vários setores e países, co-criar o roteiro estratégico para a transformação, identificando áreas de trabalho colaborativas e desafiando as atuais abordagens e financiamento institucional.

“Para acelerarmos realisticamente nossos esforços, precisamos ouvir e ser liderados por pessoas que entendem como as mudanças climáticas e a desigualdade afetam diretamente as pessoas e demonstraram que existem alternativas à nossa economia extrativa e desigual”, disse o Dr. François Bonnici, Chefe da Fundação Schwab para Empreendedorismo Social. “O Catalyst 2030 nos apresenta essa oportunidade.”

Cheryl Dorsey, Presidente da Echoing Green, acrescentou: “Para realmente alavancar o potencial das comunidades para alcançar os ODSs de maneira rápida e sustentável, são necessárias ações coletivas baseadas em humildade, confiança, dinâmica de poder equilibrada e resultar em impacto. Os membros do Catalyst 2030 procuram se unir e trabalhar de uma nova maneira para alcançar mudanças positivas e duradouras.”

0